dedetização

Veja como manter a manutenção da casa em dia

Tempo de leitura: 4 minutos

Foto de Mike no Pexels

A nossa casa é o lugar mais importante do mundo. Por isso, deve ser muito bem cuidada, certo? Nesse sentido, estar com a manutenção da casa em dia é essencial para mantê-la sempre preservada e segura para os moradores.

Alguns fatores, como instalações elétricas e hidráulicas, necessitam de reparos periódicos para que continuem funcionando perfeitamente. É nesse momento que muitas pessoas esquecem dos pequenos consertos, que podem valorizar — e muito — o imóvel.

Neste artigo, vamos falar sobre os principais ajustes que você deve fazer para manter seu lar sempre conservado e em ótimas condições. Confira na sequência.

Principais pontos de atenção na manutenção da casa

Pintura

A pintura é uma das primeiras coisas que reparamos em um lar. Quando ela não está ok, logo surge a impressão de que aquele imóvel é antigo e mal cuidado.

Portanto, é preciso estar sempre atento a indícios de falhas na pintura. Com o tempo e a incidência de sol e chuva, a tinta das paredes pode ficar desbotada e causar um aspecto desconfortável à sua aparência.

O tempo médio para manutenção da pintura varia entre 5 e 6 anos. Após esse período, é bem provável que a tinta perca a intensidade da sua cor e apresente irregularidades.

Fique atento a quaisquer sinais de imperfeição na pintura das paredes, pois, se houver rachaduras e infiltrações, o tempo de repintura pode até diminuir, necessitando de uma nova demão de tinta em um período mais curto.

Hidráulica

O sistema hidráulico das residências possui tempo médio de manutenção entre 10 e 15 anos. No entanto, é importante fazer alguns reparos preventivos anuais para impedir que problemas maiores ocorram no futuro.

Os principais ajustes que você pode fazer por conta própria na parte hidráulica da sua casa são: troca de componentes desgastados, reparos na descarga e correção de vazamentos.

Desse modo, você consegue impedir que danos maiores ocorram no sistema de tubulação do imóvel.

Elétrica

As instalações elétricas merecem o dobro de cautela em relação às outras partes da casa. O tempo médio de manutenção é de 20 anos, mas, assim como o sistema hidráulico, é recomendado realizar reparos anuais e tomar alguns cuidados no dia a dia.

Os disjuntores, por exemplo, devem ser testados a cada seis meses. Os modelos mais antigos oxidam mais fácil e tem mais chances de causarem um curto-circuito.

O teste é feito da seguinte maneira: aperte o botão do disjuntor, verifique se o fluxo de eletricidade foi interrompido e volte à posição normal. Se a eletricidade não foi cortada, é preciso trocar o disjuntor.

Lembre-se de sempre chamar um técnico para realizar o serviço!

Outro teste a ser feito é o de sobrecarga de energia. Para isso, basta ligar dois aparelhos elétricos ao mesmo tempo. Se a energia oscilar, é provável que haja uma sobrecarga de energia.

Piscina e Jardim

Áreas de lazer, como jardins e quintais com piscina, devem ser sempre supervisionadas para evitar acidentes, principalmente com crianças e animais de estimação.

Em primeiro lugar, é preciso colocar telas de proteção para cobrir a piscina enquanto ela não estiver sendo usada. Boias, pisos antiderrapantes e escadas na piscina são fundamentais.

No jardim, é válido cortar a grama com frequência. Isso evita acúmulo de sujeira e de vermes que podem fazer mal à vegetação e às pessoas.

Plantas tóxicas e aplicação de produtos químicos na grama são outros pontos de cuidado. É preciso isolar o local e mantê-lo sempre inacessível para crianças e pets.

Dedetização

Muitas pessoas costumam esquecer da dedetização, mas ela é de suma importância para a conservação do lar.

O serviço profissional tem como principal objetivo eliminar as pragas urbanas que invadem residências em busca de alimento, água e abrigo. Esses animais podem causar doenças aos seres humanos e danificar objetos, alimentos e estrutura física do imóvel.

As espécies de insetos e animais que mais infestam as cidades são baratas, formigas, roedores, cupins, pulgas, aranhas, escorpiões, moscas, mosquitos, caramujos, entre outros.

Com a dedetização, é possível exterminar os focos de infestação existentes e impedir que novos surjam. É um serviço indispensável, que deve ser solicitado sempre que houver indícios de invasão de qualquer animal citado acima.

Cozinha e banheiro

Na cozinha e no banheiro, os cuidados se mantêm. Veja os principais ajustes que você deve fazer em cada um dos cômodos:

  • limpe o sifão (cano em formato de “U” que fica embaixo da pia do banheiro) a cada seis meses;
  • nunca deixe os cabos de eletricidade dos utensílios da cozinha à mostra;
  • fique atento ao cheiro do gás de cozinha, caso haja vazamentos;
  • verifique a validade da mangueira e registro do botijão na cozinha;
  • seque o piso do banheiro imediatamente após molhá-lo para evitar acidentes.

Importância de manter a manutenção da casa em dia

Segundo o Ministério da Saúde, acidentes domésticos representam 38% dos atendimentos médicos realizados no Brasil. Esse número assusta, mas reflete a necessidade de ter uma casa verdadeiramente segura para a estadia dos moradores.

Nesse contexto, a melhor forma de ter um lar que seja sinônimo de proteção é apostar na manutenção. Todos os pontos de destaque citados acima devem ser prioridade na rotina de limpeza e conservação da casa.

Caso você fique receoso de realizar os ajustes por conta própria, chame um técnico especializado na área. O que não pode é deixar a manutenção a desejar por um descuido seu!

Lembre-se: além de deixar seu lar muito mais seguro para sua família, as manutenções constantes ainda podem potencializar a valorização do imóvel. Ou seja, você só ganha benefícios!

Bônus: dicas para evitar acidentes domésticos

Além de ter a manutenção em dia, você também pode evitar os acidentes domésticos com algumas dicas úteis. Confira:

  • dê preferência aos móveis com cantos arredondados;
  • instale grades de proteção nas janelas e corrimão nas escadas;
  • deixe os ambientes sempre bem iluminados;
  • instale pisos antiderrapantes nos banheiros, na cozinha e no quintal;
  • proteja todas as tomadas e fios elétricos aparentes.

Conclusão

Seguindo as nossas dicas e realizando todos os reparos necessários em cada parte da sua casa, você terá um ambiente confortável e seguro para todos. Não deixe os cuidados para depois, coloque-os em prática agora mesmo e proteja seu lar!

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário