alugar imovel para confeccao

Vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção?

Tempo de leitura: 3 minutos

Muitas que iniciam na área de confecção de lingeries e peças íntimas se questionam se vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção. Afinal, um negócio pode crescer após iniciar como autônomo ou liberal, apenas com uma profissional, e vir a se tornar uma pequena empresa, ou uma MEI. Quando isso ocorre, é preciso pensar se vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção?

Tudo pode depender de um longo processo e decisões bem tomadas. Não vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção sem antes definir metas, saber bem dos gastos que isso pode incluir, a necessidade de incluir empregados e a compra de materiais para esses locais.

Mesmo tendo o desejo de crescer e virar uma pequena empresa, as empreendedoras precisam ficar atentas com os riscos, os gastos e os objetivos que devem ser bem colocados antes de investir em um local físico, fora de sua casa, para confecção de peças íntimas. Antes de investir nisso, porém, muitas precisam aprender como iniciar uma confecção.

Como iniciar uma confecção

Antes de saber se vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção, ou até mesmo comprar, é preciso saber como iniciar uma confecção que possa funcionar e oferecer algum tipo de lucro.

Um dos meios mais fáceis de iniciar é investir em um curso de peças íntimas online rápido que pode ser uma ótima adição para o currículo e oferecer tudo que alguém possa querer saber sobre a produção de peças íntimas. Por meio de um curso como esse, é possível iniciar uma confecção aos poucos, obtendo a primeira máquina e o material necessário para produzir as primeiras lingeries.

Afinal, muitas mulheres sonham com a independência financeira, porém com a atual situação do Brasil, os profissionais autônomos vem tomando conta do mercado de trabalho com os mais diversos serviços a serem oferecidos, muitas vezes a partir de suas casas.

curso pecas intimas online

Vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção?

Sabendo como uma mulher pode iniciar sua própria confecção de lingeries em casa e se tornar uma grande profissional autônoma, podemos assumir que, após certo tempo e ganhos, ela possa vir a pensar em se vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção. Isso depende, porém de certos fatores, como:

  • O custo benefício, ou seja, quanto é ganho pelas peças e quanto um imóvel precisa mensalmente;
  • O espaço e o local deste imóvel;
  • Se a demanda pede um local maior;
  • Se a demanda permite o início de uma MEI.

Pensando nesses fatores, podemos ver que vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção, contanto é preciso haver um grande planejamento e análise dos gastos e ganhos do negócio. A confecção precisa estar lucrando, ao menos, 50% daquilo que será perdido mensalmente com o aluguel.

Além disso, só será preciso um imóvel se a demanda for grande o bastante. Afinal, com grande demanda, ela requer um espaço maior para sua produção e até mesmo a contratação de um ou dois empregados. Porém, quando isso começa a entrar em pauta, vale a pena pensar em abrir uma MEI e parar de se considerar autônomo.

O que é uma MEI?

No Brasil, o número de MEIs cresce a cada ano. Elas totalizam mais de 2 milhões ao redor do Brasil, segundo dados do Sebrae em 2020. Portanto, é de se imaginar que seja um bom investimento para quem vê seu negócio dando certo e oferecendo lucro. Um imóvel não significa que uma confecção tenha virado uma pequena empresa, ou uma MEI (Microempreendedor Individual).

Portanto, enquanto vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção, existem alguns requerimentos e um processo para que um negócio se qualifique para dar entrada em um registro dessa categoria. No Brasil, ser MEI significa poder alcançar maiores objetivos e até mesmo obter maior lucro.

Ao cadastrar uma MEI, o profissional autônomo passa a ter direito a ter ao menos um empregado, ganhando pelo menos um salário mínimo, e a ter um CNPJ. Isso ajuda a facilitar seu trabalho, recebimento e comprovação dos serviços oferecidos.

Conclusão

Sabendo que há meios de crescer com uma confecção pessoal de lingeries, há como dizer que vale a pena tentar alcançar novas etapas e objetivos dentro dessa profissão. Mulheres que desejam empreender precisam se atentar às principais maneiras de promover e crescer seu pequeno negócio, como as redes sociais ou um site pessoal.

Ao lucrar, é importante considerar se vale a pena alugar um imóvel para a sua confecção e começar a crescer ainda mais a produção de lingeries, chegando até ao status de MEI. Isso pode ser um grande passo para uma mulher investidora que deseja lucrar fazendo algo que gosta e ainda crescer em sua carreira profissional como vendedora de lingeries.

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário