durabilidade piso

Piso para casa, como aumentar a durabilidade e garantir a beleza dos cômodos

Tempo de leitura: 6 minutos

Foto Pixabay

O piso para casa é uma das superfícies mais importantes de um imóvel. Isso quer dizer que a sua conservação é fundamental para garantir a beleza dos cômodos da sua casa. 

Independentemente do estilo escolhido para a decoração da sua residência, o piso faz total diferença no ambiente, podendo ser responsável por um ambiente mais elegante e confortável. 

Não à toa, o tipo de piso que é utilizado em uma cozinha não será o mesmo do quintal, assim como este não será o mesmo aplicado nos dormitórios, etc. 

Isso quer dizer que o modelo apropriado para cada cômodo deve ser escolhido com cautela, levando em consideração fatores como a utilidade do espaço e a facilidade de limpeza e de conservação. 

Como é sabido, o tipo de piso utilizado na cozinha precisará passar por lavagens constantes, enquanto o do quarto ou o da sala de estar, podem ser modelos mais aconchegantes, que recebem cuidados simples como aspiração de pó. 

Sendo assim, se você está cuidando dos acabamentos do seu imóvel e decidiu por comprar piso laminado para colocar nos dormitórios, certamente a sua escolha levou em consideração elementos como a limpeza e a conservação do pavimento. 

Por isso, é importante conhecer formas de aumentar a durabilidade do piso da sua casa, de maneira a manter o imóvel mais bonito e valorizado. 

Este artigo traz dicas importantes sobre o assunto, então siga na leitura para saber quais são elas. 

A importância de um piso bem estruturado

Construir um imóvel demanda bastante conhecimento, justamente para garantir uma infraestrutura adequada para a edificação. 

Nesse sentido, contratar uma boa construtora de casas é o primeiro passo, contando com um serviço bem-feito para ter a certeza da qualidade do seu imóvel. 

Afinal, a preparação do terreno e do pavimento é de grande importância para garantir a durabilidade do piso de um imóvel. 

É preciso, também, escolher bons materiais para conquistar um pavimento seguro e livre de problemas. Dessa maneira, é possível evitar:

  • O descolamento do piso;
  • O surgimento de rachaduras;
  • O desnivelamento da superfície;
  • O desgaste antecipado;
  • A infiltração;
  • Entre outros problemas.

Sendo assim, a contratação de um escritório de engenharia civil pode ser importante para que a construção de casas seja feita da melhor maneira possível, utilizando as técnicas mais recentes do mercado e produzindo bons imóveis. 

Depois da construção, a próxima etapa é a aplicação de acabamentos, que dão maior personalidade para a casa. 

Nesse momento, são escolhidos os pisos para cada cômodo, de acordo com as preferências do proprietário.

Os tipos de pisos e dicas de conservação

Há uma infinidade de opções de pisos no mercado, que podem atender facilmente aos gostos de diversas pessoas. 

É importante lembrar que não existe um modelo ideal de piso para cada cômodo, ficando a critério do proprietário a escolha daqueles que fizerem mais sentido para ele. Mas algumas indicações podem ajudar a construir um imóvel bonito e elegante. 

Em uma loja de revestimentos é possível encontrar uma boa variedade de opções. As dicas para aumentar a durabilidade do piso, podem ser vistas a seguir.

1 – Pisos de madeira

Os pisos de madeira são um dos tipos mais comuns em residências. 

Além da beleza natural do material, ele pode conferir ao cômodo um toque mais rústico ou mais moderno, de acordo com o acabamento escolhido. 

Normalmente, eles são aplicados em quartos ou na sala, e podem ter tons mais claros ou escuros. 

Justamente por ser um material natural, os cuidados com o piso de madeira devem ser constantes, para evitar o desgaste precoce do pavimento. 

A limpeza pode ser feita com uma vassoura de pelo, que removerá o acúmulo de sujeira da superfície. Um pano seco ou aspirador podem complementar a higienização do piso, deixando-o pronto para aplicação de produtos próprios para a conservação. 

É importante evitar o arrastar de móveis, assim como não andar com saltos e diminuir a incidência solar direta, com o uso de cortinas ou tapetes, por exemplo.

O uso de vernizes e de ceras, além de proteger a madeira contra a infestação de insetos, contribuem para conferir um brilho especial para a superfície, deixando-a mais bonita. 

2 – Piso de concreto

O piso de concreto polido ganhou grande destaque nos acabamentos de uma casa, seguindo as principais tendências decorativas de estilo industrial. 

Além de ser uma opção moderna, a conservação do piso de concreto é bastante simples, contribuindo positivamente para os diferentes ambientes de uma casa. 

Ele pode ser aplicado em diversos cômodos, sendo mais utilizado na sala, cozinha ou área externa da casa. 

O principal modo de conservar bem o piso de concreto é justamente se certificar que ele seja confeccionado com materiais de boa qualidade e com profissionais qualificados, garantindo uma maior durabilidade do pavimento. 

A limpeza da área pode ser feita com vassoura e pano úmido, deixando o ambiente renovado de modo simples. 

Para restaurar ou para aumentar a conservação do piso de concreto, uma opção muito utilizada é a aplicação de tinta epóxi preço na superfície, conferindo um maior brilho dentro do cômodo. 

3 – Piso vinílico

O piso vinílico possui uma aparência muito valorizada pelos donos de imóveis, sendo uma das alternativas mais escolhidas do mercado, dado o seu custo-benefício. 

Feito de cloreto de vinila (PVC), a durabilidade média do material é de 15 anos, mas pode ter esse prazo diminuído ou aumentado de acordo com os cuidados aplicados. 

Uma das grandes vantagens desse tipo de piso é facilidade de limpeza. Uma vassoura, pano úmido e a aplicação de produtos como detergente neutro, renovam a aparência do pavimento rapidamente. 

Para garantir uma boa durabilidade, é preciso escolher a espessura ideal do piso, de acordo com a movimentação de pessoas no ambiente. 

Também é importante evitar a movimentação de móveis na superfície, aumentando a conservação do material. 

4 – Piso de carpete

O piso de carpete sempre foi muito utilizado, principalmente em dormitórios e até mesmo em salas de estar. 

Um dos grandes benefícios desse tipo de piso é o conforto, além de garantir uma superfície bonita e aconchegante. 

O carpete em placas exige cuidados especiais para prolongar a sua beleza. 

Por ser um material que absorve a poeira, precisa ter a sua superfície aspirada periodicamente, evitando o acúmulo de sujeira na área. 

Em caso de manchas causadas por líquidos, não deve-se esfregar a superfície, para que o problema não aumente. 

Sendo assim, é indicado secar a área o mais rápido possível com a ajuda de um pano, e realizar a limpeza com produtos específicos para carpete. 

Também é importante recorrer aos serviços de higienização anualmente, removendo as sujeiras mais profundas, de modo a garantir uma durabilidade maior para o material. 

5 – Piso porcelanato

O piso porcelanato é um dos modelos mais bonitos e elegantes do mercado. A sua aparência reluzente costuma ser aplicada em cômodos como salas ou cozinhas, conferindo um ar requintado ao ambiente. 

A conservação do porcelanato se inicia logo após a sua instalação. Deve-se remover a película da superfície com a ajuda de um pano seco. 

Ela deve ser limpa com a ajuda de uma esponja macia e água em pequenas quantidades.  

O rejunte também é um elemento que deve ser observado e administrado, garantindo a beleza e a conservação do material por mais tempo.

Os cuidados diários incluem o uso de vassoura de pelo ou aspirador de pó. Um pano úmido com detergente neutro pode ser aplicado após a remoção da poeira.

Deve-se evitar também o arrastar de móveis nesse tipo de superfície, pois o porcelanato pode ficar riscado. É indicado, nesse caso, aplicar proteções de feltro nos pés dos móveis, para prevenir esse tipo de dano ao piso.

6 – Pisos para áreas externas

Os pisos para áreas externas podem ser escolhidos de acordo com a decoração do ambiente. O uso de grade de piso, de pavimento de concreto ou azulejado são os tipos mais comuns, e possuem uma durabilidade alta. 

Isso é importante, principalmente para espaços onde a incidência de sol e de chuva são constantes e não possuem proteção extra. 

Além disso, para limpar as áreas externas, é possível realizar a lavagem de área sem grandes dificuldades, removendo o excesso de sujeira de modo prático e rápido. 

Considerações finais sobre a conservação dos pisos

Cuidar dos pisos do seu imóvel é fundamental para aumentar a durabilidade dos materiais, sem precisar recorrer a uma reforma no imóvel. 

Além do uso de produtos adequados para a limpeza de acordo com cada tipo de piso, é essencial verificar a qualidade dos rejuntes, e substituí-lo sempre que necessário, para evitar a infiltração de substâncias ou o descolamento das peças. 

Resolver pequenas rachaduras que possam surgir no piso da sua casa, assim como realizar a manutenção indicada para cada tipo de material, são exemplos práticos de como evitar o desgaste precoce do pavimento.

Com essas atitudes, é possível garantir a beleza da casa e manter o seu imóvel sempre valorizado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário

Posts relacionados