Escolha o guarda-roupa perfeito para decorar e organizar seu quarto

4 minutos de leitura

Dentro de um dormitório, tanto de casal quanto de solteiro, existem várias peças mobiliárias para compor sua decoração.

Algumas são altamente funcionais e outras apenas decorativas. Certamente, quando uma pessoa entra nesse ambiente, a primeira coisa que pode perceber é a cama e sua cabeceira.

Porém, a peça chave da organização de todos os elementos no espaço é outro, o guarda-roupa.

O guarda-roupa é o maior item que se pode ter num dormitório. Isso porque ele tem a função de guardar todos os objetos que o proprietário decidir que devem ficar no local, como roupas, toalhas, sapatos, malas e mais.

Guarda roupa

Anna Maya & Anderson Schussler

Portanto, é possível que ele seja muito alto e comprido. Que terá muitas portas na parte externa e, internamente, nichos, prateleiras, gavetas e cabideiros.

Por suas características, o guarda-roupa é o primeiro item que o arquiteto ou designer de interiores insere na proposta de decoração.

Depois que ele encontra a parede certa para encostar o móvel, é vez de testar a posição, em planta baixa, dos outros elementos – em especial a cama. E, muitas vezes, esse item será não apenas o responsável pela distribuição do layout como o ponto focal principal do cenário. Entenda o caso a seguir!

Guarda roupa

Andrea Petini

Porque o guarda-roupa pode ser o ponto focal principal do projeto de decoração

Como dito antes, o guarda-roupa tende, pela sua função, a ser o maior item mobiliário de um dormitório. Isso significa que ele poderá ser a peça dominante no espaço, cobrindo toda a extensão de uma das quatro paredes e se destacando do todo.

Por isso, saber escolher o seu design, cor, textura, acabamento e mais é tão importante. Estes dados devem guiar todas as outras decisões de projeto.

Guarda roupa

INÁ Arquitetura

Por exemplo, digamos que o arquiteto ou designer opte um guarda-roupa que tenha todas as suas faces espelhadas. É pouco provável que ele escolha uma cabeceira, criados-mudos e cômoda igualmente espelhadas.

Isso porque todas estas peças iriam competir entre si e fazer reflexões, inclusive de luzes, visualmente incômodas para as pessoas. Ou seja, seria um equívoco de projeto.

Guarda roupa

Chris Silveira e Arquitetos Associados

Outra coisa que impacta muito a decoração de dormitórios é a cor dos roupeiros. Pense assim, a pessoa tem um imóvel de ambientes de dimensões pequenas. Então ela escolhe um guarda-roupa de seis portas.

Já seria um desafio para o projetista encontrar um meio de posicionar a peça em uma área livre tão reduzida. Agora, se ela for feita em um material escuro, pode comprometer ainda o projeto.

Guarda roupa

Renata Basques

Como fazer para escolher o guarda-roupa certo para o quarto

Não é algo indicado para dormitórios pequenos um guarda-roupa em tom escuro e com portas de bater, convencionais.

O melhor, nesse caso, seria um móvel em cores claras, com poucos detalhes estéticos, linhas retas, fechamento em portas de correr, puxadores embutidos e até espelho – o que ampliaria o espaço. E, se for possível, a peça ainda deve incluir outras funcionalidades, além de guardar roupas e acessórios.

Guarda roupa

Casa Aberta

Algumas fábricas oferecem módulos de armários que podem ser agrupados de acordo com as necessidades da pessoa, assim como a decoração de seu dormitório. Claro que algo semelhante também pode ser encomendado diretamente com um marceneiro.

Certas partes poderiam conter nichos abertos, onde seriam colocados objetos ornamentais. Também um campo livre para aparelhos de mídia e outros elementos.

Guarda roupa

Condecorar Arquitetura e Interiores

Pois, os modelos encontrados a venda no mercado possuem um espaço totalmente voltado à TV. O motivo disso é que os projetistas entenderam que muitos guarda-roupas são colocados de frente para as camas e que muitas pessoas gostam de assistir televisão quando estão deitadas.

Então, se o próprio aparelho estiver embutido no armário, é possível otimizar ainda mais a área disponível.

Guarda roupa

Elen Saravalli

Nas lojas, é possível ver modelos de guarda-roupa para todos os gostos. Tem aqueles com portas em vidro translúcido e em madeira opaca ou espelhos; os que são planos e os que têm bordas arredondadas ou torneadas; os que possuem molduras internas; Os que são adesivados – ótimos para quartos de crianças – e aqueles que até são totalmente abertos – geralmente vistos em espaços de closet.

Guarda roupa

Ana Cinthia Lopes e Espaço do Traço Arquitetura

Escolher por um ou outro tipo de guarda-roupa vai depender de seu gosto pessoal. Inspire-se em nossas sugestões e escolha aquele que mais combina com seu quarto.

Guarda roupa

Fernanda Duarte

Estas dicas para escolher guarda-roupa foram criadas pela equipe Viva Decora.

Veja mais dicas de decoração em nosso blog.

.

Reply