dicas hidráulicas

Dicas hidráulicas para a construção de uma casa

Tempo de leitura: 6 minutos

Fazer uma boa instalação hidráulica é essencial para a qualidade de vida que um lar terá depois que as obras forem concretizadas. É uma parte que muitos acham difícil, mas veremos que se trata apenas de conhecimentos práticos.

O Brasil é composto por mais de 220 milhões de pessoas e a moradia ainda não é de acesso comum para todos. Essa necessidade gera muita informalidade e muitas vezes chamamos conhecidos e pessoas com conhecimento prático para fazer nossas reformas.

É bem possível que você conheça ao menos uma pessoa que tenha construído sua própria casa do zero. É comum principalmente em estados do Centro-Oeste e Norte, e é claro em cidades do interior pelo Brasil inteiro.

Outra questão que fica é no momento em que surge a necessidade de arrumar aquele vazamento ou trocar a pia da cozinha. Por não estarmos falando de uma manutenção hidráulica predial é possível que reparos e construções pequenas sejam feitas por você.

Isso também irá te ajudar no momento de analisar aquele orçamento que pode ser duvidoso. Quando se detém o mínimo de conhecimento de determinado assunto é possível averiguar os valores pedidos pelos profissionais.

Vale a pena dizer também que estamos falando de um trabalho bem minucioso, afinal a água deve ser fluida e ocupar todos os espaços que passa. Entupimentos, vazamentos e quaisquer outros problemas geralmente são por uso indevido ou má instalação.

Somente no momento do uso contínuo que saberemos se aquela obra hidráulica foi bem ou mal feita. É por isso que existe empresa de instalações elétricas e hidráulicas, que tentam ajudar pessoas a resolverem ou impedirem esse tipo de dor de cabeça.

O interessante é que por mais que as gerações mais novas tenham facilidade com tecnologias e afins, esse tipo de assunto é meio que um tabu entre elas. Pessoas que lidam com hidráulica estão cada vez mais escassas no mercado.

Portanto, se você não escolheu sua profissão, considere levar os serviços hidráulicos em questão. No artigo de hoje daremos algumas dicas de instalações hidráulicas e a importância de fazer um trabalho bem feito.

A importância da instalação hidráulica

Como dissemos no início do artigo, toda a instalação hidráulica tem como objetivo abastecer os sistemas de escoamento e distribuição de água de uma casa. Veja os diversos sistemas presentes em uma única residência da mais simples a mais luxuosa:

  • Água fria para diferentes fins;
  • Água quente para banho;
  • Sistema da caixa d’água;
  • Sistema de esgoto;
  • Sistema de combate a incêndio
  • Captação da água da chuva.

Esses são os diferentes sistemas que podem coexistir em uma determinada obra e a importância de tê-los bem estruturados é justamente para que nenhum interfira no outro ou que falte água para abastecê-los.

Este é um complexo sistema que precisa ser estruturado muitas vezes por um ou mais profissionais que lidam com encanamentos e máquinas de auxílio.

1ª dica: Instalações de água fria

Começamos falando da mais simples para que compreendamos tudo de forma integral. A instalação de água fria começa por um sistema único e composto por um conjunto de instalações.

O sistema de água fria pode ser direto, indireto e misto, ou seja, um sistema que não usa um reservatório, outro que usa apenas um reservatório no caso a caixa d’água e o misto que utiliza os dois sistemas de acordo com a necessidade.

O interessante desses três sistemas é que cada um pode ser instalado a depender do tipo de residência. No Brasil é bastante comum o uso misto já que as pessoas dependem muito da água de um poço e da rede pública quando existe uma rede de água na cidade;

A ideia do sistema indireto que utiliza de um sistema próprio é que a água chega com mais pressão até pontos de maior necessidade. Sabe aquele chuveiro que você sempre quis ter? Pois é, se sua casa não tiver pressão hidráulica suficiente de nada adiantará adquiri-lo.

Esse é um erro bem comum que as pessoas cometem. Compram um bom chuveiro, mas não se preocupam em promover os pontos necessários para utilizá-lo ao máximo, por conta disso vale a pena investir na qualidade do seu encanamento com produtos de qualidade.

Nunca se esqueça de conferir a qualidade da água de um poço artesiano ou lençol freático, deve-se fazer uma análise físico química de água potável antes de retirar a água para fins domésticos.

2ª dica: Água quente

Chegou o momento de instalar a água quente. A instalação é bem parecida com o sistema da água fria, porém dentro do sistema delas existe um aquecedor que faz o trabalho.

Eles podem ser de gás como é comum no continente europeu ou elétricos como é comum no Brasil, mas já existem até mesmo sistemas de aquecimento por placa solar. Existe até um projeto criado pelo homem mais rico do mundo, Elon Musk que visa permitir que todas as casas tenham placas solares.

A instalação da água é construída por materiais que suportam o calor. Aqueles canos de PVC que utilizamos normalmente conduzem bem a uma temperatura alta, mas existem outros de melhor qualidade.

Caso precise de um conserto de aquecedores de água, contate um profissional, pois, tentar mexer em equipamentos elétricos ou a gás, demandam um cuidado adicional por conter alto risco de acidente, e assim podendo colocar a sua vida ou da sua família em perigo.

3ª dica: Rede de esgoto

A rede de esgoto é um pouco mais complexa por realizar diferentes funções dentro de uma residência. É por meio dela que os fluidos gerados no sistema sanitário são evacuados. Não podemos esquecer também dos ralos das pias e dos chuveiros.

Nesse sistema existem as chamadas caixas de limpeza de gordura que são instaladas justamente para evitar os entupimentos e problemas na rede. Em cidades que dispõem de saneamento básico existe a devida coleta de resíduos e filtragem da água.

Contudo, é comum as casas brasileiras terem apenas fossas que contam com essas caixas que precisam ser limpas frequentemente para evitar entupimento e outros problemas. Dejetos são pesados, por isso, os canos utilizados precisam ser reforçados devidamente.

Normalmente são canos fortes e de grande largura para evitar que os dejetos entupam a rede ou quebrem o material com facilidade. Mesmo com uma bomba centrífuga para água as pessoas descartam tudo o que vem pela frente.

Apesar de existir uma campanha de conscientização para evitar o descarte de gordura e outros materiais, ainda sim as pessoas fazem esse tipo de coisa. Isso tudo leva a necessidade de materiais mais resistentes conforme explicamos.

4º dica: Redes pluviais

Lavar roupa, por exemplo, é um processo que gasta muita água. Assim como lavar o quintal e o canil dos cachorros. As redes pluviais ajudam na captação da água da chuva pela calhas e a reutilização dessas águas para fins menos relevantes.

Você ainda poderá usar essa água para lavar a calçada da sua casa ou o local onde seus cachorros dormem. Também é possível lavar o carro, regar as plantas e até utilizar para descargas.

A instalação é feita em calhas em tubos de coleta, assim como em bocais de escoamento para cisternas. Dependendo do tamanho e da quantidade armazenada você pode não precisar de um medidor de vazão de água, mas dependerá do projeto.

É bem importante essa opção justamente para diminuir o consumo exacerbado de água que fazemos muitas vezes. Além de ser prejudicial para o meio ambiente, a conta não está barata para gastar sem necessidade.

Qual o valor de toda instalação residencial?

Esse é um questionamento bem comum que as pessoas fazem todos os dias. É bem comum que o valor cobrado seja por metro quadrado, sendo mais ou menos de R$15,00 até R$50,00 dependendo do local e estado.

Multiplique esse valor pelo tamanho do seu lar e encontre um orçamento próximo. É preciso lembrar que você deverá custear também todos os materiais. Nesse caso. Dependerá exclusivamente da quantidade que você quer fazer.

A instalação pluvial e o aquecimento solar são mais caros. Verifique aquilo que melhor se encaixa em seu orçamento e escolha a melhor opção.

Durante sua obra não esqueça de fazer a impermeabilização de laje de estacionamento, pois é algo fundamental para manter a obra e não ter infiltração.

Todas as medidas são padronizadas

Se você tem medo que não ache determinados canos para sua residência, fique tranquilo. Existe um processo de padronização de medidas que engenheiros e arquitetos utilizam para comprar produtos.

Veja a padronização utilizada:

  • Pia de banheiro com torneira na bancada: 0,50m-0,60m;
  • Pia do banheiro com torneira na parede: 1,10-1,20m;
  • Pia de cozinha com torneira na bancada: 0,50m-0,60m;
  • Pia de cozinha com torneira na parede: 1,10m-1,20m;
  • Chuveiro: 2,10-2,30m;
  • Registro do chuveiro: 1,30m;
  • Máquina de lavar louça: 0,85m;
  • Tanque de área de serviço: 1,10m-1,20m;
  • Máquina de lavar roupa: 0,60m;
  • Torneira do jardim: 0,75m;
  • Vaso sanitário caixa acoplada: 0,20m-0,15m (deslocado do eixo);
  • Caixa de descarga para vaso sanitário: 2,00-2,20m;
  • Ducha higiênica: 0,50m-0,55m-0,35m (deslocado do eixo).

Com essas dicas tenho certeza que você terá uma noção melhor quando se deparar com alguma obra ou até mesmo na compra de uma bombona de agua 20 litros.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Desenho técnico foto criado por mindandi

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário