Cozinha americana

Cozinha americana: dicas de revestimentos que vão ajudar a integrar este ambiente com a sala

Tempo de leitura: 5 minutos

Muito se fala hoje em dia sobre integrar ambientes, estilo cozinha americana e, assim, deixar os espaços de casa parecendo mais amplos. Mas será que realmente é fácil fazer esta integração?

Por exemplo, qual a solução para aquela junção de pisos, paredes e marcenaria entre cozinha no estilo americana ou cozinha gourmet com ilha e sala integradas? Como trabalhar com estes revestimentos para harmonizar a arquitetura de interiores?

Cozinha americana
Cyntia Sabat

Como funciona o processo de integração de ambientes?

Este assunto ‘integração de ambientes’ é mais complicado do que algumas pessoas conseguem imaginar.

Por conta de tantos compartilhamentos de projetos na Internet, tem gente sonhando longe e pensando que é simples alterar as estruturas das suas residências. Mas precisamos lembrar neste texto que isto é algo que precisa ser avaliado por um especialista em estruturas, como um arquiteto ou engenheiro civil.

Bem, por que dissemos isto? É que a integração de ambientes residenciais geralmente acontece quando espaços compartimentados por paredes têm as suas barreiras desfeitas.

Ou seja, paredes são retiradas – por completo ou deixadas pela metade. Mas isto só é seguro mantendo vigas ou pilares de apoio intactos. Porém, há construções em que as próprias paredes funcionam como pilares e vigas. Daí, não se pode retirá-las, claro.

Cozinha americana
Melina Romano

Quando ambientes podem ser integrados, como salas e cozinhas, nós ainda encontramos outro desafio, que é setorizar as atividades.

É que mesmo que todas as pessoas estejam num mesmo espaço compartilhado, elas estarão realizando coisas diferentes de um lado e de outro – na cozinha, cozinhando; e na sala, vendo TV. E apesar da continuidade espacial, da circulação sem barreiras, alguns limites devem ser estabelecidos.

Como podemos fazer isto então? Bem, uma coisa que ajuda bastante é trabalhar com detalhes como desníveis, mudanças de sentido de linhas e revestimentos.

Sim, sabemos que revestimentos de cozinhas e de salas nem sempre devem ser os mesmos. Por exemplo, em zonas de cozinha haverá mais vapor de água e gordura espalhados pelo ar e que cairão sobre as superfícies, devendo estas serem mais resistentes e impermeáveis.

Cozinha americana
Batistelli Arquitetura e Design
Cozinha americana
Bruno Moraes Arquitetura e Interiores

Como harmonizar a decoração da cozinha com a sala integrada?

Agora sabemos que apesar de dois ambientes serem estruturalmente integrados – por questões arquitetônicas -, não necessariamente serão uma coisa só.

A decoração de cada um deverá ser tratada levando em consideração as atividades realizadas em cada cantinho. Mas, de algum modo, a integração precisará acontecer também – preferencialmente de forma bem nítida e realizada de forma harmoniosa.

Ajuda muito, neste caso, se a linha de forro e de piso for a mesma, apesar que de cada lado haja detalhes diferentes.  Na parte da cozinha é melhor que se tenha mais pontos de luz – geral e focal -, fortes o suficiente para iluminar bem as bancadas.

Já o piso deve ser fácil de limpar e anti fogo. Por isto é que, quando se deseja ter carpete comum ou carpete de madeira na sala, não se leva a mesma faixa material até a cozinha.

Então, se cada lado deste grande ambiente integrado houver detalhes diferentes, como a decoração promoverá a integração?

Pra começar, por exemplo, se a linha da marcenaria for a mesma, de forma contínua. E também se a tonalidade dos revestimentos – de paredes, piso e até armários – for da mesma tonalidade ou idênticas suficientes para parecerem um conjunto.

Favorita Movdecor Favorita

Quais as melhores opções de revestimentos para cozinhas americanas?

Você já deve ter visto muitos modelos diferentes de revestimentos para cozinha à venda nas lojas de material de construção. O que iremos ver neste texto são as opções que possam unir cozinhas americanas e salas.

Por exemplo, há muitos azulejos e porcelanatos que ficam lindos para estes ambientes integrados. Mas vamos pensar em opções mais ousadas, ok?

Bem, primeiro podemos considerar placas de pisos cerâmicos muito maiores que os convencionais 45 x 45 ou 50 x 50 cm, por se tratar de uma área a ser coberta maior. Existem também os pisos cimentícios que imitam madeira; suas linhas podem prolongar e unir ainda mais os espaços decorados. Já para as paredes em geral, placas de pedra e tijolinhos. E, especialmente para a parede atrás da pia, ladrilhos e pastilhas.

O que devemos evitar numa situação como esta? Bem, por exemplo, estender um painel de TV de madeira da sala até a cozinha, muito perto de pia e fogão.

Também estender um revestimento 3d decorativo de gesso que ficou lindo para a sala, mas que na cozinha perderá a resistência e poderá provocar acidentes, como incêndios. Ou usar o mesmo piso de juntas largas da sala na cozinha, onde será mais difícil de limpar.

Cozinha americana
Alf arquitetura e design
Cozinha americana
Altera Arquitetura

Quer opções ainda mais modernas? É uma tendência em alta os revestimentos para cozinhas e salas como granilite – que é um material que leva cimento e pequenos pedacinhos de pedras naturais.

Também cimento queimado – que tem um visual tipo contra piso sem revestimento. E os chamados pisos de “porcelanato líquido”, que é um piso sem juntas ou emendas, feito com resina líquida – perfeito para ambientes integrados.

Cozinha americana
Mantovani e Rita
Cozinha americana
In -Studio Arquitetura de Interiores

Então, o que achou destas opções? Algumas delas podem ser vistas nos exemplos apresentados neste texto. Use estas ideias de inspiração e comece seu próprio projeto!

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário