Coronavírus e as mudanças no setor imobiliário

Coronavírus e as mudanças no setor imobiliário

Tempo de leitura: 3 minutos

Estamos perante de uma situação que nunca pensamos em passar: Uma pandemia à escala global que mudou completamente o nosso estilo de vida e que teve um efeito muito negativo em dois setores muito importantes: o da saúde e o econômico.

Infelizmente, essa situação tende a durar, não havendo fim à vista, pois ainda há uma enorme incerteza e é muito difícil fazer previsões sobre como o setor econômico pode evoluir, não só no que resta deste ano como naquele que ainda chegará

A crise do coronavírus veio para ficar e com ela podemos tirar algumas conclusões das mudanças ocorridas no mercado imobiliário.

O setor já dava sinais de melhoria, depois da última grande crise, mantendo alguma estabilidade. Apesar de não se conhecerem todas as mudanças que irão chegar ou que até já estão acontecendo, este foi um dos mais afetados pela crise do covid-19.

Com a crise atual, alguns experts já começaram a sugerir algumas das mudanças que entretanto irão surgir:

Entrada no mundo da Digitalização

Pode parecer que não, mas em pleno século 21, ainda existem muitas empresas que não começaram a digitalizar os seus negócios nem têm retirado as vantagens que as ferramentas tecnológicas disponíveis oferecem. O que é certo é que esta crise obrigou as empresas a acabar com a atividade profissional presencial, e a maioria teve de dar continuidade através do home office.

Os negócios tiveram que se transformar e se adaptar a uma nova forma de trabalho à distância. Na verdade essa é uma das poucas formas que nos permitem adaptar a esta nova realidade. Se não for assim, é impossível continuar.

No caso das imobiliárias, têm um novo desafio e terão a internet como forte aliada, para poderem explorar ao máximo as visitas online. Assim têm que estar preparadas e isso inclui ter acesso a material gráfico de qualidade, ferramentas que permitam mostrar as casas à distância e claro, ter um serviço de internet instalado.

Mais formação dos agentes imobiliários

Mais um grande desafio que chegou aos agentes imobiliários que a partir de agora, devem inovar e encontrar novas formas para trabalhar remotamente. Por norma, a maioria dos clientes chegam através da web, mas é de forma presencial que normalmente se continua o processo. Neste momento de pandemia, a maioria dos contatos gerados serão mantidos de forma virtual. Assim, deve haver maior formação dos agentes imobiliários profissionais de forma a garantir o melhor atendimento possível

Novos requisitos na procura de imóveis

O preço e a localização sempre foram os pontos principais na hora de procurar uma casa para se viver. No entanto, um dos novos requisitos apontados e que surgiram com o confinamento há alguns meses, é que as casas estejam preparadas para se passar novos possíveis períodos de confinamento. O confinamento pelo coronavírus com a consequente implantação em muitos casos de home office fez com que as prioridades na busca por moradia mudassem. Se antes as pessoas preferiam morar perto do local de trabalho ou da escola dos filhos, agora estão optando por moradias em áreas mais periféricas com escritórios, terraços ou jardins.

O home office tem feito com que muitos profissionais abandonem seus escritórios e se instalem em suas próprias casas. Por isso, predominam as buscas domiciliares com espaços de trabalho: escritórios ou salas para trabalhar com eficiência e conforto. Saiba ainda como poupar luz com o teletrabalho aqui.

Casas para turismo

Este ano deverá ser um dos piores da história para o turismo. Por esse motivo, muitas casas de turismo voltarão a ser dedicadas ao aluguel residencial. Talvez mudem um pouco as condições e o tempo também, passando para períodos mais curtos. Ao nível do aluguel local, é provável que se estabeleçam por períodos mais longos.

Alterações dos preços

Até ao momento, tinhamos assistido um aumento dos preços, mas é provável que se ajustem em função de vários fatores: das medidas econômicas estabelecidas pelo Governo, do desemprego e das taxas de juros.

As mudanças que ocorrerão nos próximos meses podem marcar um novo paradigma no setor imobiliário. Pode ser a hora de surgirem novas oportunidades de negócios e abordagens inovadoras para o investimento imobiliário.

Apesar de todas as dificuldades, são nas épocas de crise que existem grandes mudanças e oportunidades para lidar com elas e o mercado imobiliário tem aqui uma oportunidade de se transformar!

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário