iluminação

5 dicas de iluminação para o seu lar

Tempo de leitura: 5 minutos

Não existe uma fórmula pronta para a iluminação ideal para nossa casa, afinal, ela deve ser feita de acordo com as necessidades de cada lar. 

No entanto, como bem sabemos, é por meio da iluminação que é possível transformar completamente os ambientes.

Cada cômodo da casa pede um tipo de iluminação diferente entre natural e artificial, de acordo com o gosto do morador. 

Ainda assim, é importante estar atento para não errar e acabar desvalorizando o espaço.

Inclusive, quando a escolha é bem feita, é possível reduzir os gastos e diminuir o valor da conta de energia no final do mês. É aí que a tecnologia torna-se uma grande companheira.

Além dela, é importante contar com dicas que tragam verdadeiras soluções para uma boa iluminação residencial, afinal, nossa casa deve ser um ambiente aconchegante e acolhedor.

Ela se tornou ainda mais importante atualmente, tendo em vista que estamos passando por um período de quarentena. Sendo assim, é fundamental ter uma boa iluminação para trabalhar, ter mais conforto e economizar nesse momento.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre a importância de uma boa iluminação e trazer algumas dicas para aplicá-la de diferentes maneiras e nos diferentes cômodos de uma casa.

A importância de uma boa iluminação

Tanto o excesso quanto a falta de iluminação podem comprometer um ambiente. Mesmo assim, a luminosidade nem sempre é levada em conta na hora da compra ou da construção de um imóvel.

Mesmo durante uma reforma, é importante lembrar que a falta de uma boa iluminação compromete toda a estrutura do projeto. 

Além disso, a falta dela também influencia negativamente na qualidade do ambiente e até na saúde das pessoas.

Muitas vezes, um ambiente mal iluminado torna-se desagradável, e por isso, é importante contar com automação residencial e lâmpadas adequadas.

Somente dessa maneira, é possível evitar esse mal-estar e fazer com que qualquer cômodo do imóvel se torne muito mais aconchegante.

O contrário também pode acontecer, ou seja, quando um bom projeto de iluminação é realizado, o que melhora sensivelmente a percepção das pessoas.

Mais do que a quantidade de luz disponível, existem diversos outros fatores que determinam uma boa iluminação, como:

  • Posicionamento da iluminação;
  • Tipo de lâmpada;
  • Posicionamento de janelas;
  • Tamanho do espaço.

Por conta disso, todos esses aspectos devem ser levados em conta antes de decidir o que vai usar. Contar com uma empresa de automação residencial é importante para tornar o dia a dia mais prático, mas é a iluminação que vai garantir o conforto.

Tipo de iluminação para cada ambiente

Antes de partir para as dicas, é importante entender qual tipo de iluminação se encaixa em cada ambiente. E dentre as principais estão:

1 – Iluminação da cozinha

Mesmo que ninguém cozinhe no local a semana toda, esse ambiente precisa ser bem iluminado. É nele que você vai realizar suas refeições, portanto, é a iluminação é necessária e essencial.

Além disso, uma boa iluminação garante enxergar os utensílios e auxilia no uso com segurança da cozinha.

2 – Iluminação da sala de estar

É na sala que a família se reúne para conversar, assistir TV e ter uma convivência maior. Por isso, é importante contar com um bom projeto arquitetônico residencial, lâmpadas com tonalidade mais neutra e luminárias que tragam beleza ao ambiente.

3 – Iluminação da sala de jantar

Neste ambiente, o ideal é optar por uma iluminação mais difusa e suave e que não provoque sombras. Os focos de luz também são recomendados nesse ambiente.

4 – Iluminação para os quartos

O quarto é o aposento mais íntimo da casa, e onde o morador descansa para o dia seguinte. Por isso, precisa oferecer uma iluminação relaxante e que favoreça o sono.

5 – Iluminação para banheiro

Quem acha que a iluminação do banheiro não é importante, está enganado. Muitas empresas de arquitetura atentam-se a este fator, porque sabem que ele precisa de um tipo específico de iluminação.

A principal dica é que ela seja uniforme e intensa, principalmente evitar que a iluminação faça sombra.

6 – Iluminação para bibliotecas e salas de estudo

Aqui a iluminação precisa ser especial e focada em locais específicos como mesa, estante e computador.

7 – Iluminação externa

Não existe iluminação melhor do que a natural para os ambientes externos. Mesmo assim, é importante providenciar uma boa iluminação em locais específicos para a noite, tais como:

  • Caminhos;
  • Canteiros;
  • Jardins;
  • Acesso principal.

Tendo em vista as principais características de como melhor iluminar cada ambiente, no próximo tópico, vamos dar 5 dicas de iluminação para aperfeiçoar qualquer imóvel.

Dicas de iluminação para valorizar o seu lar

Cada ambiente da casa possui uma necessidade especial quando o assunto é iluminação. Para quem está construindo, é fundamental que procure por empresas de instalações elétricas para garantir a segurança elétrica do projeto.

Além disso, essas empresas garantem a segurança em caso de reformas e também de manutenção. 

Isso porque, mais do que uma iluminação bonita e bem feita, é importante que ela seja segura. E dentre as principais dicas estão:

1 – Projeto de iluminação

Com a ajuda dessas empresas ou de um arquiteto, é ideal fazer, primeiramente, um bom projeto de iluminação. Ele não deve levar em conta apenas a beleza e a estética, mas também a função que cada ambiente tem dentro do projeto.

Além disso, a posição de itens como lâmpadas e luminárias, devem ser elaboradas de acordo com a decoração, melhorando a funcionalidade do cômodo.

Para isso, estude o tipo ideal de lâmpada para o melhor efeito, bem como avalie seu posicionamento correto. Estes devem atender às necessidade do ambiente totalmente.

2 – Iluminação da cozinha

A cozinha é um ambiente que necessita de uma iluminação mais do que eficiente, ela precisa auxiliar nas tarefas realizadas ali. Por isso, é ideal é optar por lâmpadas com grande índice de reprodução da cor, também conhecido como IRC.

Lâmpadas incandescentes como as halógenas e dicróicas são as que possuem maior índice de IRC. Caso possua bancada no centro, é necessário que haja uma iluminação específica para ela.

Outra dica é trabalhar com focos de luz em armários e na pia, para que esses espaços possam ser bem visualizados e oferecer uma iluminação parcial a noite.

3 – Sala de estar

A sala de estar deve ser um aposento confortável e aconchegante. Para isso, uma boa dica é usar lâmpadas de cores mais amareladas. Outra opção é usar iluminação focada por meio de refletores.

Se for usar as lâmpadas dicróicas, é necessário posicioná-las corretamente, porque nem sempre elas distribuem-se bem pelo ambiente. Por isso, luminárias com iluminação difusa podem ser a melhor opção.

Também é interessante apostar em spots de iluminação em gesso ou focadas em algum móvel, como mesa de canto, por exemplo.

4 – Quartos

Para quem está construindo, optar por uma janela de correr em alumínio é uma excelente opção para garantir uma iluminação natural e a ventilação necessária durante o dia.

No que diz respeito à iluminação artificial, a melhor opção é direta e uniforme. Para isso, use luminárias com filtros de acrílico ou vidro fosco. 

Além disso, deve ser um tipo de iluminação ajustável, principalmente no quarto do bebê.

Nesse ambiente, a criança precisa de uma iluminação mais branda para dormir, mas a mãe precisará de mais luz de madrugada para trocar o bebê ou amamentar, por exemplo.

Por isso, a dimerização é uma ótima opção, pois ela permite controlar perfeitamente a identidade e brilho da lâmpada.

5 – Sala de jantar

Durante o dia, a sala de jantar precisa contar com uma janela maxim ar pvc para a entrada de ar e luz natural. Mas durante a noite, é possível brincar com a iluminação desse ambiente.

Por exemplo, o morador pode querer uma iluminação diferente em um jantar em família, jantar a dois, recepção para os amigos, etc. Em cada ocasião, a iluminação pode ser modificada.

Para isso, pode-se optar por focos de luz em cima da mesa, luz difusa sobre a mesa, arandelas para iluminação direta e lustre pendente central.

Cada uma dessas opções cria uma atmosfera diferente na sala de jantar, de acordo com a ocasião.

Conclusão

Iluminar um imóvel não tem tanto segredo, como você mesmo pôde ver com as dicas acima. No entanto, elas são apenas dicas que podem ser aplicadas, se estiverem de acordo com o seu gosto.

O importante é garantir que cada cômodo traga conforto e bem-estar a todos os moradores, seja no quarto, na sala, na cozinha ou no banheiro.

Mesmo que a iluminação artificial seja extremamente importante, durante o dia a melhor escolha é a iluminação natural, inclusive em ambientes externos, principalmente com a presença de guarda corpo de vidro para sacada.

Por meio dela é possível garantir mais qualidade de vida por conta da ventilação natural. À noite você curte com a família o seu projeto de iluminação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

compartilhe este post

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email

Deixe um comentário