4 Atrações imperdíveis para você conhecer em Lisboa – Portugal

4 minutos de leitura

Viajar para Portugal é o sonho de muitas pessoas, inclusive de brasileiros. Afinal, mesmo sendo um país da Europa, o idioma falado lá é bem parecido com o nosso e isso já é uma ótima vantagem para quem não tem tanta familiaridade com o inglês, por exemplo, mas quer conhecer um outro continente.

Sendo assim, para te ajudar na sua visita a Lisboa, Portugal, no artigo de hoje você irá conferir 4 atrações imperdíveis para conhecer quando estiver no país lusitano!

E lembre-se: antes de viajar, caso você seja de São Paulo, reserve com antecedência uma vaga em um estacionamento perto do aeroporto de Guarulhos para deixar seu veículo enquanto viaja. Agora vamos às atrações!

1) Torre de Belém

Um dos monumentos históricos mais amados de Portugal e um ícone de Lisboa, a Torre de Belém destaca-se como um símbolo da Era dos Descobrimentos e das viagens de exploração realizadas nos séculos XV e XVI.

Concluída em 1521 como uma fortaleza para defender os acessos ao rio Tejo, a torre é considerada uma obra-prima da arquitetura militar. 

Desenhada no estilo manuelino de Francisco de Arruda, a fachada é uma confecção de pedra lindamente esculpida, caracterizada por motivos marítimos, como corda torcida e esfera armilar. 

O significado cultural da torre é tal que a UNESCO a listou como Patrimônio Mundial.

2) Oceanário de Lisboa

Indiscutivelmente a atração turística mais popular e familiar de Portugal, o Oceanário de Lisboa é brilhantemente concebido para destacar os diversos habitats oceânicos do mundo. 

Este é um dos melhores e maiores oceanários da Europa, contendo uma grande variedade de peixes e animais marinhos. 

Há quatro mares e paisagens separadas que recriam os ecossistemas dos oceanos Atlântico, Pacífico, Índico e Antártico. Além disso, existe um enorme tanque central, visível de diferentes níveis, repleto de tubarões, raias e muitas outras maravilhas e habitantes das profundezas. 

O design transparente é tal que espécies tropicais menores, alojadas em aquários separados ao redor do tanque principal, parecem estar nadando com seus primos maiores. 

Complementam esse espetáculo incrível as paisagens ao ar livre, onde pinguins, lontras marinhas e outros pássaros e mamíferos coexistem em harmonia despreocupada.

3) Castelo de São Jorge

Coroando uma colina e com vista para o movimentado distrito da Baixa de Lisboa, assim define o que é o Castelo de São Jorge, um monumento histórico e o mais visível da cidade. 

Imensamente popular entre moradores e turistas, as fundações deste impressionante castelo datam do final do século XII, quando o rei Afonso Henriques recapturou a cidade dos mouros e construiu um palácio sobre as ruínas de sua cidadela no topo da colina. 

Explorar o castelo é muito divertido. Os visitantes podem caminhar pelas muralhas e pelas torres casteladas, uma das quais, Torre de Ulisses, possui uma câmera obscura que projeta vistas da cidade nas paredes internas. 

Além disso, as paredes envolvem um sítio arqueológico com os restos do palácio original de Alcáçova e antigas fundações mouriscas. O terraço de observação perto da entrada oferece as vistas mais espetaculares de Lisboa e do rio.

4) Museu Calouste Gulbenkian

Lisboa é abençoada com alguns museus verdadeiramente de classe mundial, e um dos melhores é o Museu Calouste Gulbenkian. 

A coleção do museu contém cerca de 6.000 peças, todas pertencentes a apenas um homem – Calouste Sarkis Gulbenkian, um rico magnata do petróleo armênio que concedeu seu tesouro inestimável à nação portuguesa após sua morte em 1955. 

Simplesmente, este é um dos melhores coleções de arte na Europa. As exposições abrangem mais de 4.000 anos, da Antiguidade clássica e oriental à arte europeia do início do século XX. 

Nenhum outro museu possui peças de arte tão variadas de tantos lugares do mundo, e os visitantes podem passar horas apreciando os tesouros, como:

  • Os 11 medalhões romanos encontrados no Egito; 
  • Manuscritos ilustrados do século XVI;
  • Jóias Art Nouveau feitas por René Lalique;
  • Obras-primas de Rubens, Rembrandt e Turner; 
  • E muito mais.

O museu fica em belos jardins, e, perfeitos para piqueniques, especialmente durante os meses de verão.

Gostou dessa dica de viagem internacional? Fique ligado em nosso blog e confira os imóveis em nosso portal www.eiimovel.com.br

.

Reply